Linhas de Pesquisa

Linha 1 - Psicanálise: Clínica e Cultura

Tem como proposta básica contribuir para a produção de um saber que se constrói na articulação da teoria e da prática psicanalíticas. Tendo como objeto central de investigação o sujeito na cultura, utiliza uma abordagem teórico-clínica referida à Psicanálise em articulação com diferentes campos do saber, tais como a Psicologia Social, a Filosofia e as Ciências Sociais. A partir desta concepção ampliada de clínica e considerando as múltiplas transformações e jogos de poder que atravessam o mundo contemporâneo, torna-se possível pensar as diferentes formas de subjetivação que se processam na atualidade, assim como seus efeitos sobre a clínica atual.

 

Linha 2 - Psicologia Social: indivíduo e sociedade

Tem como objetivo desenvolver conhecimento, a partir de várias perspectivas teóricas, sobre temas da área de Psicologia Social, seguindo desde uma abordagem individual até uma perspectiva grupal e societal sobre os fenômenos psicossociais. Dentre os temas de investigação, destacam-se: atitudes, preconceito, racismo, refúgio, identidade social, personalidade, desigualdade social, movimentos sociais, direitos humanos, comportamento do consumidor, relacionamentos amorosos, práticas na educação.

 

Linha 3 - Família, Casal e Criança: Teoria e Clínica

Esta linha caracteriza-se pelo estudo da família, do casal e da criança, fundamentado nos enfoques clínicos e socioculturais. A construção da subjetividade na infância e na adolescência é objeto de estudo a partir da abordagem psicanalítica e de pesquisas sobre a parentalidade, a clínica dos primórdios e a relação entre o sintoma adolescente e o laço social. A psicoterapia de família e casal é investigada nas abordagens psicanalíticas e sistêmicas, enfatizando-se a articulação destas duas abordagens. Procura-se ainda investigar aspectos relevantes na constituição da família e do casamento contemporâneo, ressaltando-se os fatores socioculturais. Estão sendo desenvolvidos estudos sobre os seguintes temas: transmissão psíquica geracional; relações objetais; constituição psíquica e clínica dos primórdios; a infância e o infantil na psicanálise; narratividade e processos de simbolização; novas configurações conjugais e familiares; homoafetividade; adoção; concepção de adolescência; saúde na família; relação amorosa; sexualidade e gênero; casamento, separação e recasamento; conjugalidade e parentalidade; terapia de casal; diagnóstico e terapia de família.

 

Linha 4 – Clínica e Neurociências

Esta linha de pesquisa tem como proposta articular saberes desenvolvidos por diferentes abordagens da psicologia clínica e as várias áreas da neurociência. Constituem-se como campo específico de conhecimento os aspectos clínicos do adoecimento neurológico, a neuropsicologia do desenvolvimento, bem como os circuitos neurais subjacentes a processos emocionais e cognitivos. Determinações socioculturais implicadas na constituição do sujeito e suas relações com o desenvolvimento, estrutura e funcionamento do sistema nervoso também são aspectos de interesse. De acordo com esta perspectiva, podem ser desenvolvidos estudos teóricos ou empíricos, envolvendo dados clínicos, correlacionais e experimentais. Dentre os temas de interesse, destacam-se: a investigação de instrumentos e práticas de avaliação e reabilitação neuropsicológica ao longo do desenvolvimento e envelhecimento saudável e patológico; a investigação dos sistemas neurais envolvidos na memória, emoção e consciência; estudos experimentais de transtornos mentais por meio de modelos animais; etiologia e expressão de diferentes transtornos mentais; desenvolvimento infantil e o estabelecimento de vínculos afetivos.

- Prof. J. Landeira-Fernandez (somente candidatos que disponham de tempo integral) -  titulo-sistema
- Prof. Thomas Eichenberg Krahetitulo-sistema
 
 

Linha 5 - Saúde e Desenvolvimento Humano

Esta linha de pesquisa tem como foco a investigação do desenvolvimento humano como um processo de transformações ao longo do ciclo vital, situado em contextos culturais específicos. Também objetiva a compreensão dos fenômenos biopsicossociais envolvidos no processo saúde/doença. Busca-se a integração em âmbito interdisciplinar, aliada com as iniciativas de avaliação, prevenção, intervenção e investigação de práticas voltadas para a promoção do bem-estar, da qualidade de vida e da saúde física e mental dos indivíduos. Nesta perspectiva, estão sendo desenvolvidos estudos e pesquisas sobre diferentes temas, como: trajetórias de socialização e desenvolvimento do self; crenças e práticas de cuidados parentais; interações sociais e desenvolvimento emocional; construção e adaptação de instrumentos psicológicos; avaliação de problemas emocionais e comportamentais na infância; avaliação de indicadores de saúde mental ao longo do ciclo vital.


Profª. Juliane Callegaro Borsa -  titulo-sistema
ProfªLuciana Fontes Pessôa -  titulo-sistema
-
 Prof. Breno Sanvicente Vieira -  titulo-sistema